Deprecated: Unparenthesized `a ? b : c ? d : e` is deprecated. Use either `(a ? b : c) ? d : e` or `a ? b : (c ? d : e)` in /home1/grupo162/public_html/wp-content/plugins/mailster/classes/ajax.class.php on line 245
Clássicos Atemporais: Max Payne | Bonobo Games | Grupo Bonobo
Você conhece Max Payne…. Você deve ter ouvido falar dele durante anos até agora. Originalmente planejado para um release no final de 2000, Max Payne ficou um bom tempo em desenvolvimento, e recebeu bastante atenção da mídia – mas eu posso honestamente falar, depois de joga-lo várias vezes, que Max Payne atende todas as expectativas.

O enredo de Max Payne

O jogo em si é um jogo de tiro em terceira pessoa que reconta os sujos e sombrios flashbacks do agente à paisana do DEA Max Payne. E quando eu digo sombrio, quero dizer totalmente negro. É tão depressivo que até me fez sentir-me mal em algumas ocasiões, mas isso de uma boa forma.

A história é tão bem contada e envolvente que é como se você estivesse jogando um filme de ação do John Woo em seu computador, algo que o pessoal da Remedy não tem medo de admitir, já que espalharam várias referências à Woo no decorrer do jogo. Dentro dos primeiros 20 minutos de jogo, sua esposa, bebê e patrão são assassinados. Vendo que você não tem mais muito por que viver, você resolve perseguir os cartéis de drogas da máfia onde você estava trabalhando infiltrado, procurando justiça contra as pessoas que você acha serem as responsáveis pela morte de sua família e seu amigo.

Falar que a história em Max Payne não é intensa seria um sacrilégio. Seria como falar que Johnny Sins não manja dos paranauês. Avançando na história, você tem bandidinhos de quinta categoria, alguns bombadões, chefes da máfia, viciados e prostitutas. Os elementos da história são apresentados de várias formas, através de cenas pré renderizadas, conversações durante o jogo ou gibis “noir” narrados que combinam perfeitamente com o jogo, e realmente contribuem muito ao estilo e caráter do jogo no processo.

A jogabilidade

Muito da ação de Max Payne revolve em torno do “bullet time”, um estado de slow-motion onde o Max ganha reflexos sobre-humanos. Para ser completamente honesto, a primeira vez que eu vi o bullet time nos tempos do Max Payne beta, eu achei que seria apenas uma kibada máster do filme Matrix, que seria completamente inútil e um elemento exagerado no jogo. Mas tenho que admitir…. Funciona! Impecavelmente! Mesmo sendo bastante utilizado no jogo, é uma implementação bem inovadora para um jogo de tiro, e é uma parte substancial do que torna o Max Payne um clássico tão bom.

Poder controlar sua mira em tempo real enquanto tudo – incluindo seu personagem – encontra-se numa velocidade reduzida, não apenas contribui para a imersão cinematográfica intensa do Max Payne, mas realmente faz do jogo o que é, e o distancia de uma miríade de jogos de tiro com os quais estamos até muito familiarizados agora. Mantendo o estilo John Woo, Max pode se esquivar do tiroteio, que você realmente pode ver passando por você em slow motion. Em geral, o efeito é bem implementado, e muito interessante de se utilizar.

Mesmo que o jogo irá tomar do jogador comum algo em torno de doze horas para completar, é uma viagem sem interrupções extremamente envolvente do começo ao fim, e você nunca se separa da imersão do jogo por mais do que alguns segundos sem ver um gangster que está pronto para te matar de qualquer forma. Eu pessoalmente ando cansado de jogos de tiro sem sal e apenas tediosos de se completar, e fiquei bem satisfeito com a duração do jogo.

O uso de bullet time é realmente muito útil durante o jogo já que você raramente irá esbarrar com apenas um malaco armado por vez, a situação mais comum sendo você encontrar três ou quatro inimigos, o que tornaria o jogo extremamente difícil se não fosse pelo bullet time, e as vezes o jogo ainda assim é extremamente difícil, mesmo na dificuldade mais fácil. Enquanto o bullet time ajuda, é o arsenal impressionante de Max Payne – que inclui armas de alcance curto, pistolas, espingardas, submetralhadoras, rifles de assalto, rifles de franco atirador e explosivos – que realmente finaliza o serviço, especialmente quando você está utilizando as maravilhosas uzis.

A câmera

Jogos de tiro em terceira pessoa são tradicionalmente amaldiçoados com um péssimo sistema de câmera, mas em Max Payne, a câmera funciona magnificamente, eu nunca encontrei um só momento onde a câmera travou na parede, ou em um ângulo que me impediu de ver a ação. Eu raramente bloqueei a câmera com o ombro de meu personagem enquanto abaixado em um canto esperando por um inimigo desavisado passar por mim, mas resumindo tudo, o sistema de câmera é um dos melhores que já vi em um jogo de tiro em terceira pessoa.

Inteligência artificial

A inteligência artificial é realmente boa, já que inimigos buscarão cobertura, tentarão te flancar e até mesmo atacarão em grupos, tudo é dinâmico, então seus oponentes irão reagir ativamente em relação às suas ações. Se você chegar agressivamente, eles irão reto em você, mas se você for cuidadoso, você pode ocasionalmente se esgueirar quanto à uma vítima desavisada em um canto e mata-la antes dela sequer ver o que à atingiu. Existem poucos casos onde o sistema de inteligência artificial parece não funcionar corretamente e um inimigo anda contra uma parede, são casos extremamente raros e isolados.

Eu fiquei um tanto desapontado com o fato de que os inimigos parecem saber onde eu estou antes mesmo de eu velos. Muitas vezes, logo ao abrir uma porta, já recebo uma granada no meio da cara, me fazendo em pedaços. Outras vezes eu estive no final de um longo hall, em um canto, me escondendo enquanto ouvindo uma conversa, e do nada chegam vários inimigos com uzis falando “É o Payne, peguem ele! “, como diabos sabiam que eu estava ali? A inteligência artificial parece meio implacável ocasionalmente, mas mantém a ação constante, e o jogo para cima.

Qualidade gráfica

Já o jogo tendo ótima jogabilidade, ele tem qualidade gráfica ainda melhor! Mesmo tendo ficado em desenvolvimento por anos, os gráficos em Max Payne se mantiveram de ultima geração em seu tempo. As texturas de alta resolução do jogo são das melhores que já vi e tornam os ambientes do jogo muito realistas. Isto é apenas melhorado pela iluminação excepcional, efeitos de fogo e partículas de iluminação e os nossos temperinhos adicionais. Os modelos 3D também são de primeira linha, mesmo com os braços de Max Payne parecendo ser muito longos para seu corpo e ele tendo sempre aquela cara de constipado, mas certamente não é algo que prejudica o jogo.

Em geral, Max Payne é um deleite tanto visual quanto visceral. Claro, todo esse poderio vem com um custo – altos requisitos mínimos em sua época de lançamento – claro que isso não é problema para o poder de fogo que temos disponível nos dias de hoje.

Para combinar com o realismo gráfico do jogo, os ambientes em si reagem como você espera que reajam, imergindo você ainda mais no mundo digital do jogo. Quase tudo no mundo é interativo, permitindo que você dê a descarga nas privadas, ligue pias e chuveiros, atire em caixas registradoras e assista-as explodir em uma chuva de faíscas, quebrar vidros e até mesmo estourar caixas de som nos elevadores que tocam aquelas musiquinhas chatas de supermercados (confie em mim, você deve sempre estoura-las, vai me agradecer depois).

Mesmo que tais músicas devam ser exterminadas, como o resto do jogo, o som em Max Payne não é apenas bom – é único. Tudo desde efeitos sonoros até as músicas de fundo, até o trabalho de dublagem é perfeito, e eu sugiro jogar Max Payne em um sistema de som Surround ou com bons fones de ouvido para ter toda a experiência.

Áudio

Enquanto o diálogo pode ser pesado e repetitivo as vezes, ele engloba a atmosfera de um filme de ação complexo, e oferece exatamente o que imagino que os designers tiveram em mente – a menos que eles quiseram fazer uma comédia shakespeariana, e se este fosse o caso, falharam miseravelmente.

Não existe multijogador no Max Payne – as mecânicas do bullet time tornaram tal componente impossível de ser implementado, e sem ele, Max Payne não seria Max Payne – mas vocês que querem mais de Payne não devem se preocupar já que o jogo contou desde seu lançamento com um conjunto completo de ferramentas de edição, o que significa que toneladas de modificações para tal título existem mundo afora.

Conclusão

Como você já deve ter notado, sou muito grato pela existência do Max Payne. Um jogo cheio de estilo e com ação suficiente para você ficar cheio de adrenalina por horas e horas jogando, deixando um gostinho de “quero mais” no final. Não é uma obra-prima, mas Max Payne é mais do que uma experiência satisfatória, e é um título que você absolutamente não deve deixar passar se gosta de jogos de ação.

Como parte de nossa rotina de publicar um jogo por dia, acompanhado de uma análise, hoje estamos adicionando o Max Payne a nosso portfolio de jogos atualizados para sistemas modernos.

Nossa versão atualizada de Max Payne conta com o seguinte:

  • Suporte a resoluções modernas
  • Efeitos visuais melhorados
  • Wallpapers
  • Dublagem em Português (Brasileiro)

Max Payne

Max Payne é um homem sem nada à perder na fria e violenta noite urbana. Um policial fugitivo acusado de assassinato e agora caçado por policiais e pela máfia.
Iremos continuar a publicar nossos games, porém não é todo dia que publicamos um clássico memorável como este, e por um preço bem atraente.

Infelizmente ainda estamos entregando todos os jogos somente para macOS, porém quando dermos início ao suporte à Windows e Linux, tenham em mente que TODOS os jogos serão atualizados contendo instaladores para tais sistemas.

Se você tiver alguma dúvida ou sugestão, não deixe de comentar abaixo, e se você desejar saber em primeira mão de nossas novidades, assine nosso newsletter!

Grupo Bonobo

Assine nosso Newsletter!

 

Fique sabendo em primeira mão de nossas novidades, novos produtos, publicações e muito mais! Não se preocupe, não compartilhamos listas ou mandamos spam.

Você assinou com sucesso!